Aprenda Inglês ou qualquer outra língua sendo voluntário, com casa e alimentação incluso

O intercâmbio se tornou algo muito mais fácil comparado com antigamente, muitas pessoas tem o sonho de ir para outro país, só que ao chegar nesse país, surgem outros sonhos, e aprender a língua local se torna o sonho mais desejado.

Quando fiz meu intercâmbio na Europa, não sabia qual a dificuldade de se aprender uma nova língua, pensei que apenas por estar em um país que não fala a minha língua, eu aprenderia naturalmente.

Porém a realidade foi um pouco diferente, pois eu tive algumas dificuldades, claro que as minhas dificuldades pode ser totalmente diferente da sua, caso você tenha tido uma totalmente diferente, escreva nos comentários.

Workaway

Trabalho Workaway – Pintor

A minha maior dificuldade foi em questão da comunidade brasileira em Dublin, eu presenciei muitas pessoas na mesma situação, e que aprenderam o inglês muito bem, mas eu não consegui me focar, e infelizmente tive que deixar meus amigos para ter um contato maior com a língua Inglesa.

Eu decidi procurar um novo lugar para morar, talvez o interior da Irlanda, ou até mesmo outro país.

Foi então que um amigo me contou sobre o site de trabalho voluntário chamado Workaway, e foi através dele que tive a melhor oportunidade para aprender o Inglês.

Trabalhando como voluntário também pude viajar e conhecer muitos outros lugares, que jamais iria conhecer apenas fazendo intercâmbio.

O hospedeiro em 99% oferece moradia e alimentação, por isso pergunte, tire todas as dúvidas.

workaway-banner

Decidi então ir para o interior da Inglaterra, fui para Exeter, uma cidade pequena localizada na região sudoeste da Inglaterra.

Eu esperava melhorar o meu inglês consideravelmente, pois quando decidi ir para o trabalho voluntário, eu não conseguia formar uma frase em inglês.

O resultado foi surpreendente, em três meses trabalhando como voluntário, eu cheguei ao nível intermediário para o nível avançado.

Como trabalhar como voluntário

Primeiramente, você deverá se cadastrar no site Workaway.  O valor de inscrição é de US$ 29,00 com validade para 1 ano, para conta individual.

Caso você queria se cadastrar uma conta cojunta (Casal ou dois amigos), o valor é de US$38,00 para um ano. A forma de pagamento é através do paypal, ou cartão de crédito.

Assim que tiver pago, você deverá entrar no site e atualizar o seu perfil, esse é o primeiro passo.

Após feito isso, você terá acesso à Host List (Hospedeiro), e também poderá contatar voluntários do mundo inteiro.

Na hora de fazer sua pequisa, tu poderá pesquisar por palavras chaves (caso goste de cavalos, você pode procurar por “Horse”, ou qualquer outra coisa). Assim como pesquisar por países específicos, ou até regiões específicas.

 

Workaway

Meu primeiro trabalho em Exeter, trabalhei cuidando de cavalos.

Workaway

Caso você esteja no Brasil e pretende vir a Europa através do trabalho, você também poderá se cadastrar, o programa não abrange apenas a Europa mas, também, o mundo inteiro.

Workaway

Exigências

Há algumas coisas que são exigidas para quem quer ser voluntário.

  • Caso você não tenha passaporte Europeu, você deverá tirar o visto, isso é total responsabilidade do voluntário, lembre-se que para ir para a Europa é exigido seguro viagem, o que poderá estar contratando conosco através do site Mondial Assistante, um dos melhores seguros viagens atualmente (ganhamos 20% a cada venda realizada).
  • Ganhe 15% de desconto no seguro viagem apenas usando o código —> AFILI2016
  • A passagem é por conta do voluntário, não importa o local.

Dicas

  • Tire todas as duvidas antes de ir para o trabalho voluntário, mande mensagem, e pergunte tudo o que queira saber sobre o local, comida, moradia, para não se arrepender depois.
  • Reserve hostel para comprovar que tem onde ficar.
  • Caso você more em Dublin, isso não será problema, apenas fale que mora em Dublin e apresente o GNIB, e que está no país a turismo.
  • Na época em que trabalhei como voluntário, a validade era de 2 anos, por isso comece a procurar com um prazo de no máximo 1 mês, para não perder tempo, pois a validade atualmente é de apenas 1 ano.
  • Caso tenha algum problema de saúde, alergia, ou caso precise de algo especial, escreva no perfil, seja claro, não esconda nada, quanto mais detalhes, melhor.
  • Seja mente aberta, saiba aceitar as diferenças culturais, e tenha muita paciência, aprender uma língua é difícil, mas te prometo que o seu inglês vai melhorar naturalmente, e em poucos meses estará falando muito bem.
  • Divirta-se, não deixe de aproveitar os momentos, saiba fazer amizades, saiba dividir as coisas, converse, converse, converse, esse é o melhor jeito de se aprender uma nova língua, lembre-se que muitas pessoas gostaria de estar em seu lugar, EU sou uma delas.
  • Carpe diem!

Espero que essa dica possa te beneficiar, e que possa ter a melhor experiência de sua vida como voluntário, posso dizer que para mim valeu a pena.

 

Caso tenha gostado, compartilhe no facebook com seus amigos!

 

“Chegue ao final do caminho com memórias e não apenas sonhos”.

Workaway

Site: Workaway

Colabore com a qualidade do nosso conteúdo, comunicando erros em: gringosbrasileiros@outlook.com

Anúncios

37 comentários sobre “Aprenda Inglês ou qualquer outra língua sendo voluntário, com casa e alimentação incluso

  1. Atsuhiro Teshima disse:

    Eu sabia que este site pela primeira vez. Parece muito bom.
    Eu só informou sobre isso para meu twitter seguidor.

    By the way, se você quer aprender Inglês falado em casa.

    Você pode tentar LingualBox.
    http://pt.lingualbox.com

    Os professores são das Filipinas. Não é bem conhecida, mas eles são muito bons no ensino e falar Inglês.
    Você pode ter uma aula particular de 25 minutos por US $ 2.

    Talvez você possa usá-lo antes de aplicar a workaway 🙂

    • lovison disse:

      Muito obrigado Atsuhiro, essa semana eu vou dar uma olhada no site, e vou testar!

      Muito obrigado pela dica, fico muito feliz, obrigado por isso, e logo logo esse site estará entre uma de nossas dicas no nosso site.

      Atenciosamente, Gringos Brasileiros.

  2. thiago disse:

    legal esse voluntariado. eu estou indo pra dublin agora, e me interessei. mas eu fiquei com uma duvida…. e quanto ao visto? quando vc chega em outro país, tipo a inglaterra, vc diz que tá indo pra fazer o que? e qual visto eles lhe dão ?

    • lovison disse:

      O visto é a unica coisa que você tem que correr atrás, talvez o mais difícil. Mas você estando legal em Dublin, é só você entrar no país como turista que vai ser pelo período de 3 meses! O trabalho voluntário não te dá o direito de ter um visto, por isso é bom não ser citado na imigração! Apenas entre como turista, e não exagere na mala, tem que fazer parecer que foi como turista.

    • lovison disse:

      Desculpa pela demora Thiago, peço sinceras desculpas.
      O visto é simples, já que você tem o visto da Irlanda, o máximo que eles podem fazer é deportar você para a Ilha. Na imigração, fala que você está indo passar suas férias, se puder, vá com a passagem de volta, seja com um mês de diferença, 2 meses. Veja também o tempo máximo que pode permanecer no local, e não ultrapasse isso, pois você pode ter problemas com visto em outros países. O visto que vai conseguir é de turista, na Inglaterra, muitos deles dão visto para 6 meses. Nunca cite que está indo para fazer o trabalho voluntário. Espero que você tenha sucesso, e que Deus te abençoe muito no velho continente! Abraços, Felipe Lovison.

  3. Joana Rosin disse:

    Olá, achei muito bom esse post e o programa em si. Gosto muito de ajudar pessoas e de viajar. Pensei em fazer um intercâmbio como o seu nas férias de verão! Existe algum lugar aqui no Brasil da workaway que possua algum ”agente de viagem” digamos assim? Fico um pouco receosa em contatar a pessoa sem ajuda! É seguro? Que tipo de trabalho voluntário voce faz?

    • lovison disse:

      Olá, sinto muito pela demora em responder a sua mensagem.
      Realmente é seguro, quanto a isso você não precisa se preocupar, porém, você deve conversar bastante com a pessoa, e ver se você gosta do perfil dela. No Brasil existem vários trabalhos voluntários, em hotéis, hostels, entre outras áreas. Eu trabalhei como voluntário em fazendas como jardineiro principalmente. Foi uma experiência única. Espero que consiga encontrar algo que encaixe com o seu perfil, e vá sem medo. Grato pela mensagem!

  4. Luana Albuquerque disse:

    Adorei! É só para maiores de 18 anos certo? Tenho 15 e sou louca pra estudar no exterior, pois não tenho grana. Mal posso esperar pra fazer 18 e viver experiências como essa

  5. sandrine disse:

    Olá,
    Gostei muito destas informações em seu post foram de grande ajuda, muitas pessoas tem o sonho de viajar para o exterior e aprender uma nova língua e se Deus ajudar conseguir até mesmo um emprego fixo no local e eu sou uma delas.
    Fiquei com uma dúvida, sou brasileira e quero ir para o Reino Unido, li no seu post o conselho que vc deu de nunca mencionar o trabalho voluntário, no meu caso tenho pouco dinheiro e estou com medo de ser barrada na imigração sei que não terei gastos com a moradia e alimentação, mas qual é a sua dica pra eu conseguir ser aprovada com oficial de imigração ?
    Caso Deus me abençoe muito e assim que terminar o meu tempo acordado com o trabalho voluntário e eu consiga um emprego fixo no Reino Unido posso aplicar para o visto de trabalho lá mesmo ?

    Continue com suas postagens pois elas ajudam muito as pessoas, quem me dera ter lido elas antes….

    Desde já muuuuuuito obrigada !

    • lovison disse:

      Então, tudo fica mais fácil com uma cidadania europeia, eu conheci amigos que não tinham a cidadania europeia, e quando chegaram no país, falaram que estavam a passeio. Outro ponto muito importante é sobre a bagagem, se o seu plano é ficar mais tempo do que o permitido, leve pouca bagagem, não leve muita coisa, sei que para mulher é mais complicado, mas a bagagem pode ser visto como um sinal de desejo de permanência no país, e isso pode causar a deportação.

      Já sobre o visto de trabalho, estando lá você poderá aplicar para o visto de trabalho.

      Neste site, você pode aplicar e ver se você é elegível para aplicar: https://www.migrationexpert.co.uk/work_visa/online_assessment/

      espero ter ajudado. Qualquer duvida, nos contate!

  6. MARIA DO CARMO DA COSTA disse:

    Oi Felipe,
    Adorei a postagem, inclusive estou indo para a Florida como workaway, minha duvida é saber o que falar durante a rigorosa imigração fos Eua, apesar de ja ter ido para NY e Miami, fiquei apenas poucos dias e dessa vez irei ficar 2 meses. O que voce acha melhor eu falar?
    Eu agradeceria muito a ajuda

    • lovison disse:

      Então Maria, o melhor a se fazer é não levar muita, muita roupa, e sim o necessário. E também falar que vai a passeio, se puder, entre no site http://www.hostelworld.com e reserve umas 2 semanas em algum hostel barato, tu irá pagar apenas 10% do preço total, e assim poderá comprovar algum local em que irá se hospedar durante o seu passeio!

      Espero ter ajudado, caso haja alguma duvida a mais, entre em contato.

      Muito obrigado Maria.

  7. Sandrine disse:

    Olá, Bom dia !
    Comprei minha passagem pra Londres para fevereiro de 2016, já me cadastrei no workaway obrigada pela indicação.Estou com dúvida do que fazer para o do agente de imigração me liberar o carimbo para 6 meses ? Posso dizer que vou passar quanto tempo pra eles não pensarem que vou ficar ilegal no país e acabar negando o visto (minha intenção é fazer tudo dentro da lei) ?

  8. Bárbara Dutra disse:

    Olá, obrigada pelas dicas, são mesmo valiosas.
    Estou planejando viajar par a Espanha em março do ano que vem e várias dúvidas estão me incomodando. A principal delas é quanto de dinheiro devo levar, porque não tenho muito e tenho medo de passar alguma necessidade. O que você me diz? Minha ideia é entrar como turista e ficar três meses no território de Schengen e depois mais três meses fora do território Schengen.

    • lovison disse:

      Muito obrigado por ler nosso blog, espero responder todas as suas perguntas aqui… Sobre a quantia de dinheiro, isso depende muito do tipo de vida que você leva, pois há como gastar pouco e como gastar muito.
      Se você for cozinhar para você mesmo, isso faz com que gaste menos, caso queira comer em restaurantes, isso faz o orçamento ser mais elevado.
      Acredito que para segurança, cerca de 7 mil euros é suficiente, e acredito que possa sobre dinheiro. Isso vai depender do estilo de vida que você leve, mas acho muito difícil você gastar mais de 1 mil euros por mês…. Espero ter ajudado, qualquer ajuda a mais necessária, nos contate pelo e-mail: gringosbrasileiros@outlook.com

  9. Lucia Bertollinni disse:

    Olá,
    Eu possuo somente passaporte brasileiro e no momento vivo no Brasil. Gostaria de saber se fazendo voluntariado eu posso tirar um visto de trabalho ou algum tipo de visto que me permita ficar mais de 3 meses na Inglaterra.
    Obrigada

  10. Desi disse:

    Olá, estou estudando a hipótese de ir para a Itália, no caso eu gostaria de tentar um visto de trabalho caso não consiga o de estudante. É uma coisa difícil de se conseguir?

  11. Elisa Teixeira da Silva disse:

    Olá, para trabalho voluntário na Itália precisa de que tipo de visto? Quanto tempo demora para tirar, saberia informar? Não encontrei informações muito claras na internet. Caso fique por 6 semanas, com moradia garantida, qual seria, em média, a quantidade de dinheiro necessária para ficar? Se puder ajudar, obrigada!

    • lovison disse:

      Então Elisa, o visto necessário para o trabalho voluntário é o de Turista, sendo que deve-se falar que está indo como turista para o destino escolhido. Não vai mudar nada falar que está indo para ser voluntária, isso poderá te atrapalhar.
      Já que terá moradia e alimentação, não tera gastos, caso queira viajar terá que levar um dinheiro a mais, caso vá ficar as 6 semanas apenas no local do trabalho e voltar ao Brasil, meu conselho é legar uns 500 Euros, jogando um valor alto.

  12. Fernanda Melo disse:

    Ola estou no EUA e ja estou participando do Workaway (alias foi seu post que me encorajou, obrigada!) estou amando! é bem bacana a experiencia, tive muita sorte tambem de encontrar uma familia muito bacana e esta acelerando meu aprendizado em ingles…
    Minha duvida é que a familia que estou morando me chamou para passear no Mexico esse fim de semana, e estou preocupada com a volta para o EUA…estou com visto de Turista e na internet vi que nao tem problema, o meu medo é o questionamento todo de onde estou ou o que estou fazendo 2 meses no pais, não sei se posso informar que estou aqui pelo programa… eu entrei no EUA para turismo para ficar 20 dias, mas depois que encontrei esse programa resolvi ficar 6 meses que é a validade do meu visto. Obrigada 🙂

    • lovison disse:

      O certo não seria você falar sobre o trabalho voluntário, há riscos caso você mencione isso. Peço perdão pela demora. O que você pode fazer é falar que está com visto de turista, e que está indo ao país como turista também. Sendo assim, não haverá problema algum. Poderia me informar o seu e-mail? Gostaria de fazer algumas pergunta. Obrigado.

  13. Fernanda Santana Gato disse:

    Olá, gostei muito desse post, achei bem interessante mesmo.
    Estou pesquisando formas de ir para fora para aprender o inglês. Gostaria de saber se nesse caso, o programa não exige que você fala inglês? Por ser voluntário não tem remuneração correto?
    Desde já agradeço pela atenção!

    • lovison disse:

      Normalmente eles não exigem o inglês, sendo que aprender a língua é o objetivo. Mas caso você saiba o básico, será muito melhor. Pois muitas vezes a pessoa na qual você vai trabalhar não tem tanto tempo para parar e ensinar inglês, ai a melhor forma é conversando no dia a dia. Não há remuneração, apenas moradia e alimentação.

  14. Karine Satierf disse:

    Olá! eu li sobre um visto de voluntário que dá direito inclusive ao sistema de saúde mediante pagamento de algumas taxas, as exigências de valores não é impossível de conseguir mas não entendi muito bem sobre como conseguir um “patrocinador”, a pessoa que vai te “receber para trabalho voluntário”. Você sabe se usando o site que você indicou eu poderia encontrar esse “patrocinador/empregador” e ainda solicitar o visto de voluntário? Esse é o site onde li essas informações: https://www.gov.uk/tier-5-temporary-worker-charity-worker-visa/overview

    • lovison disse:

      Então, eu abri o site que você anexou ao final do seu comentário. Primeiramente o workaway não poderia por não ser considerado ‘charity’, ou seja, não é considerado instituição de caridade pelo governo britânico. E para conseguir o patrocinador, ele deverá trabalhar nessa charity, e ter permissão para enviar cartas como patrocinador… Então, infelizmente não é qualquer pessoa que consegue te patrocinar, deve ter algum registro. O que você poderia fazer é entrar em contato com algumas instituições de caridade do UK, e tirar essa dúvida, se eles possuem essa possibilidade e se abrem oportunidade para pessoas de outros países e como se inscrever.

      Espero ter ajudado e muito obrigado por seu comentário… compartilhe nosso conteúdo com seus amigos, e volte sempre!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s